Depressão: Principais tratamentos para Depressão

A depressão é a doença da atualidade, pois milhares de pessoas sofrem com ela. E o pior é que a maioria, nem sabe o que tem. Esclareça suas dúvidas sobre depressão aqui no artigo.

Sintomas da depressão

Depressão é um estado psicológico, pelo qual as pessoas se encontram em determinados momentos da sua vida. A depressão consegue tirar a pessoa do foco da sua vida, atrapalhando a rotina do dia a dia, no trabalho, em casa, com os amigos, e muito mais. Muitas vezes os casos depressivos duram anos, principalmente se a pessoa não faz o tratamento correto. Estudos realizados pela Organização Mundial de Saúde, estima que no ano de 2020, os casos de depressão será a segunda causa de morte no mundo, ficando só atrás das doenças cardíacas. Esse é um dado alarmante, mas que precisa de maior atenção.

Você sabia, que as mulheres, tem duas vezes mais chances de terem depressão do que os homens? É preciso compreender que a depressão é uma doença que fica e não um estado de tristeza decorrente de algum fato, que com o tempo passa. Os momentos difíceis da vida estão presentes no nosso cotidiano, mas existem pessoas que tornam esses acontecimentos muito mais significativos do que eles são e passam a se sentirem depressivas por meses e até anos.

Os sintomas mais comuns da depressão são: tristeza profunda, isolamento, falta de apetite, sentimento de fracasso, desânimo, vontade de estar sempre dormindo, irritabilidade, medo, desejo de morrer, dificuldade de concentração, dores musculares, insônia, entre outros. É importante salientar que a depressão pode se manifestar de várias formas, de acordo com cada pessoa. Por isso é importante obter um diagnóstico médico para poder detectar os sintomas e avaliar a doença de forma correta.

Causas da depressão

A depressão pode ter várias causas, mas a que mais pesa é a genética, se a pessoa já tem na família ela torna-se muito mais vulnerável e propensa a desenvolver a doença. Outra causa que desencadeia a depressão são as mudanças físicas que ocorrem no cérebro, pois as pessoas deprimidas possuem menos noradrenalina, , dopamina em menor proporção e serotonina. A falta dessas substâncias no cérebro promovem a depressão, além de muitos outros processos que são desenvolvidos no interior das células nervosas.

Tratamentos

Existem inúmeros tratamentos para a depressão, mas é preciso ter um diagnóstico correto da doença, para dar início ao tratamento de acordo com o problema. Vale ressaltar que é preciso tratar a causa, da depressão juntamente com os sintomas, ou seja, o indivíduo depressivo deve tomar medicamentos e fazer tratamento com um terapeuta. Vale lembrar que os medicamentos para depressão devem ser indicados por um médico, e eles devem ser consumidos pelo tempo determinado de acordo com cada caso.

Existem também aqueles indivíduos que necessitam de manutenção ou prevenção, para evitar que tenha crises de depressão ao longo de sua vida. Esses tratamentos podem durar por toda a vida. Procurar um terapeuta é fundamental para quem está sofrendo com depressão, pois ele vai ajudar o paciente a lidar com os problemas e proporcionar maior segurança distanciando as crises depressivas. Melhorando a qualidade de vida da pessoa depressiva.

Quantas Estrelas Vale Este Artigo?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Talvez você se interesse por:

Celulite: Principais tratamentos para Celulite

Só de ouvir essa palavra, já dá um medo enorme, principalmente nas mulheres, que são as principais vítimas da celulite. Mas o que é a celulite? Você sabe identifica-la, como tratar, quais os sintomas e as causas? Fique sabendo de tudo isso e muito mais lendo esse artigo.

Sintomas da Celulite

Para deixar bem explicado para você leitor a celulite é uma aparência estranha na pele ocasionada pelo acúmulo de gordura, toxinas e água na pele. O nome científico da celulite é Lipodistrofia Ginóide, pode parecer um palavrão, mas o que ela causa na pele é muito maior do que o seu nome científico, acredite! Milhares de pessoas em todo mundo, já tiveram ou estão com celulite nesse momento e o seu maior desejo é acabar com ela.

A celulite deixa a pele com aspecto terrível, principalmente se for a de grau 3, pois ela apresenta uma classificação devido ao seu adiantamento e os sulcos que promove na pele, deixando um aspecto terrível, conhecido entre a galera jovem como que se tivesse sentado na brita, isso mesmo a pele fica toda marcada com furinhos. Voltando ao termo técnico, a celulite que é o acúmulo de gordura, líquido e toxinas na pele endurecem as células que incham dando o aspecto indesejado. Os lugares onde a celulite mais aparece é na região do abdômen, nas pernas e no bumbum.

Causas

As causas da celulite podem variar, mas a que mais provoca o surgimento é a genética, ou seja, quando a pessoa já é predisposta a ter celulite. Nesse caso é pior ainda, pois deve cuidar muito. Outro fator é a má alimentação, e a pessoa que não pratica atividades físicas, que é sedentária. Todos os fatores em conjunto fazem com que surja a celulite, em várias partes do corpo. Outra causa, que é uma grande aliada ao surgimento da celulite é o estresse, tire um tempo para relaxar e descansar sua mente.

Tratamentos

Antes de começar a tratar é preciso conhecer os tipos de celulite que são classificadas em graus, que vai do 1 até o 4. Veja a classificação e como ela se apresenta:

Grau 1 da celulite – quando a celulite apresenta-se nesse grau ela é mais fácil de ser tratada, pois só pode ser percebida se apertar a pele, nesse caso ela ainda não é aparente;

Grau 2 da celulite – nesse caso a celulite já é visível, não importa se a pessoa aperta a pele ou não, pois ela aparece de qualquer maneira;

Grau 3 da celulite – esse é um estágio que já preocupa, pois a celulite é visível, mesmo estando de longe; é importante salientar que esse é o estágio, em que a maioria das mulheres se encontram;

Grau 4 da celulite – estando no grau 4 dá para sentir os nódulos da celulite ao passar a mão na pele, esse, sem sombra de dúvidas é o mais grave deles.

O tratamento da celulite em qualquer um dos graus consiste em drenagem linfática, atividades físicas, massagens com cremes apropriados e alimentação equilibrada, além de beber muita água. Tomando esses cuidados você consegue acabar com a celulite e até prevenir o surgimento da mesma.

Calvície: Principais tratamentos para Calvície

Para evitar a calvície existem inúmeras dicas, como evitar usar chapéu, usar máscara de ovo, cortar o cabelo na lua crescente, entre muitas outras, que não passam de crendices populares. No entanto existem tratamentos eficazes realizados por profissionais da área para a calvície.

Sintomas

A calvície se denomina pela falta de cabelo na cabeça, ela começa aos poucos e segue até a perda total. A queda de cabelo nos homens é mais comum na parte de cima da cabeça, alguns ficam com entradas nas laterais e outros perdem todo cabelo na parte de cima da cabeça. O sintoma mais comum da calvície é a queda de cabelo, que começa aos poucos e se torna progressiva. É importante observar se o cabelo está ficando ralo e o couro cabeludo está aparecendo. Para tanto basta fazer o teste do espelho ou da fotografia da cabeça, pois com a tecnologia de hoje, com o celular você pode tirar uma foto da cabeça e depois olhas se tem falhas de cabelo.

Causas

A calvície pode surgir por vários fatores, mas o mais predominante é a genética, hereditariedade, que passa de pai para filho, ou de mãe para filha, pois as mulheres também podem ficar calvas. A calvície mais comum é a dos homens, conhecida como alopecia androgenética, principalmente em homens de ascendência europeia. Hoje em dia é possível obter tratamento para a calvície, mas estudos relatam, que são poucos que buscam por tratamento.  O que ocorre para acelerar a queda dos cabelos é que a testosterona minimiza os fios de cabelo na cabeça dos homens que são propensos a terem calvície.

O hormônio DHT (Di-hidrotestosterona) é o responsável pela calvície, uma vez que o mesmo é 5 vezes mais forte que o hormônio testosterona. O que faz com que a perda de cabelo não seja parelha é que esse hormônio está distribuído de forma irregular no couro cabeludo.

A calvície pode afetar homens a partir dos 30 anos, dependendo da sua genética e do tipo de alimentação, bem como tabagismo, estresse, entre muitos outros fatores. É importante identificar a causa da calvície para depois tratar. Existem vários exames que podem ser feitos para encontrar a causa do problema e poder tratar da maneira correta.

Tratamentos

A calvície é um problema mais comum entre os homens, no entanto, não existem tratamentos extremamente eficazes, o que pode ocorrer é tratar para retardar a calvície, através de tratamento correto. Porém é preciso iniciar a tratar a calvície, quando for genética, 10 anos antes da idade em que o seu pai começou a ficar calvo, ou ficou calvo. Para saber basta ver as fotografias ou perguntar para a família. Quando o tratamento é feito da maneira correta é possível amenizar o problema e até mesmo retardar.

No início será indicado que use produtos de uso tópico, como loções para aplicar no couro cabeludo e shampoos adequados. Como a calvície é um problema crônico que vai progredindo lentamente é preciso tratar por muitos anos. Em alguns casos é necessário fazer uso de medicamentos orais, mas desde que o paciente esteja de acordo com o tratamento.

Em últimos casos o paciente pode optar pelo transplante capilar, mas é preciso consultar o seu médico.